Atendendo a pedido dos leitores da Winner ABC, vamos falar sobre tática. Sobre como jogar e o que fazer a cada ponto, dos desafios que aparecem em quadra e como eles devem ser resolvidos.

Focando no início do jogo, eu sempre recomendo que o tenista seja consistente, preocupando-se em errar pouco. É aí que você começa a achar uma forma tática para jogar com seu oponente. É muito importante também colocar o primeiro saque na quadra, não procurar o ace desde o começo, porque você vai adquirindo ritmo e confiança para buscar o saque vencedor mais para frente.

Use a toalha a cada ponto, respire e veja como o adversário está para o próximo ponto. Se  ele estiver irritado e sem confiança, é a hora de colocar a bola em jogo.

Existe várias situações que você tem de enxergar para obter sucesso. Quando enfrentar, por exemplo, um rival que bate muito na bola, você tem que responder com spin fundo, slice e atacá-lo também.

E se o jogador do outro lado da rede erra pouco? A resposta é: tenha paciência para começar o ponto e ache o momento de atacar. Outra dica é chamar o adversário à rede para tirar o ritmo. Apostar nos contrapés é uma boa tática, assim como o saque e voleio também ajuda a desestabilizar o adversário. Quer mais uma? Procure os ângulos da quadra.

Quando jogar com um oponente que vem muito à rede, o primeiro conselho é ter paciência em não querer passar na primeira bola, sempre tente baixar a primeira bola no pé, aí sim busque o ponto vencedor na sequência.

E se o você está sendo muito atacado e não consegue sair da situação, o que fazer? Tente as bolas fundas para empurrar o rival para trás, ele não conseguirá te atacar. E, quando a bola dele começar a sair curta, você toma a iniciativa do ponto.

Vou falar agora de como se jogar com o placar. Eu gosto de ensinar que você deve ganhar os dois primeiros pontos do game, largando com um 30/0 ou 0/30. Não se dá esses dois pontos de graça, tente ser consistente para ganhá-los, aí se tornará mais fácil vencer os games. Comece a praticar essas situações nos treinos.

Quando o game aponta 30/30 ou 40/40, é fundamental colocar o primeiro saque em quadra para não depender do segundo. Em outras palavras, seja consistente. É diferente do momento que você tem um 40/0 ou 40/15 a favor ou contra. Nessas circunstâncias, arrisque. Também depende muito do placar e da confiança em si.

Se você tem um placar mais elástico, seja ousado e vá para o risco. Mas, se o set estiver empatado por 4/4 ou 5/5, busque ser consistente. Como vocês perceberam, usei muito a palavra consistente, não por acaso, pois é fundamental ter essa característica no tênis. Preste atenção nos profissionais, como nessas situações que citei eles não entregam pontos de graça.

O saque é uma arma importante para um tenista de competição, porque dá início aos pontos. Portanto, procure desenvolver vários tipos de serviço: aberto, fechado, chapado e com quique. Essa variação acaba mexendo com a cabeça do adversário, já que ele nunca saberá como você vai sacar. Treine bastante.

Para terminar, eu aconselho que você desenvolva alguns rituais de concentração. Sempre tenha um pensamento positivo, acredite que vá sacar ou devolver bem. Rafael Nadal, por exemplo, adquiriu o costume de mexer no calção antes do saque. É, na verdade, um ritual para buscar concentração e serve para os amadores também.

Tente colocar em prática todas essas dicas quando estiver jogando sets. No primeiro momento, você não terá êxito, mas isso vai se tornando natural com o passar do tempo e você começará a perceber o resultado.

Espero que eu tenha ajudado vocês.

Até a próxima, um grande abraço.


Ricardo CoelhoRICARDO COELHO é coordenador técnico da Hebraica. Na função de técnico, viajou para três torneios Grand Slam com Júlio Silva, Rogério Dutra Silva e a argentina Maria Argeri. Formou-se em biomecânica aplicada ao tênis, em curso internacional da ATP e nos cursos de níveis 1, 2, 3 e 4 da CBT e ITF

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor preencha seu nome