Estamos chegando em uma das épocas mais esperadas do ano: dezembro. Mês de muitas celebrações, não só no Natal e no Ano Novo, mas também as de amigo secreto, despedidas, mudanças de rumo na vida e a simples reunião de amigos e familiares.

É também um momento em que todos pensam em vinhos, espumantes, champagnes, peru e uva passa, se coloca ou não. Parece simples fazer as harmonizações, ou seja, espumante para brindar o ano novo, um vinho tinto para o jantar de Natal e por aí vai.

Mas não é bem assim, e nem por isso é complicado. Providenciar as harmonizações nas festas de final de ano não é algo difícil, mas cometer alguns erros que podem atrapalhar o prato ou o prazer da degustação também é comum.

Resumiria dezembro em três momentos: presentear, celebrar o Natal e brindar o Ano Novo.

Para presentear não precisamos pensar em harmonização com comida, mas se você for escolher uma bebida, é preciso pensar em “harmonizar” com o gosto da pessoa que você pretende presentear. Seguem algumas dicas:

Mulheres adoram espumantes e vinhos leves (não é uma regra, mas podemos dizer que a maioria entra nessa opção), então é muito delicado e elegante presentear com um belo espumante. Existem opções de ótimos espumantes brasileiros, proseccos italianos de bom preço e sem falar nos champagnes franceses, que são ótimos para impressionar, se esse for o seu objetivo e estiver disposto a investir por volta de R$ 350.

Evite espumantes para os homens (o que também não é uma regra geral, eu adoraria ganhar um bom espumante de presente), mas na dúvida, é melhor se esquivar. Então os clássicos, como os vinhos da Argentina e Chile são sem chance de errar. Mas para surpreender, há ótimas opções de vinhos brasileiros fora da rota, pesquise nas Enotecas, e também os oriundos da Austrália e da África do Sul.

Para presentear casais com apenas uma garrafa, seja gentil e elegante, escolha pensando na esposa, namorada ou companheira. Ela vai adorar e ele, certamente, vai acompanhá-la quando chegar a hora de curtir o presente.

Pensando no Natal, os pratos típicos são o peru assado, cordeiro e bacalhau. Nesse sentido, para agradar a todos, sem ser um “enochato” na hora de harmonizar, escolha tintos leves, sem nenhuma ou pouca madeira, como o Pinot Noir e Merlot do Chile, Malbec e Syrah argentinos, e Zinfandel, dos Estados Unidos. Seguindo esta linha, não tem erro, o Natal vai ser ainda melhor.

No Ano Novo, os vinhos borbulhantes (espumantes, cavas, proseccos e champagnes) são indispensáveis. Nada melhor do que brindar, antes, durante e depois com essa bebida. Além de ser um coringa para qualquer prato, ele entra com tudo para começar o ano com alto astral.

Além disso, dizem que iniciar o ano com bons espumantes ou champagnes dá sorte e sinal de prosperidade para o ano vindouro.

Então, prepare seu paladar, reúna seus amigos e familiares e curta o mês de dezembro sem querer fazer uma grande harmonização entre vinho e comida, pois o mais importante é estar ao lado das pessoas que amamos e curtir o momento com boa energia. Encerrar com chave de ouro e planejar com cuidado os próximos passos. Feliz Natal e um ótimo 2017!


* Marcelo Rosa é sommelier, gestor do Bistrô da Enoteca e co-criador da Expo Vinho ABC.

Bistro da Enoteca

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor preencha seu nome