Agremiação mantém projeto gratuito há 15 anos para crianças e pretende ampliá-lo em 2017

Com vocacão para ensinar o tênis e com muita bagagem na modalidade, o Tênis Clube de São Caetano do Sul (TCSCS) tem projeto de fundamental importância para a formação de tenistas, e sobretudo cidadãos.

Desde 1987, o PEC (Programa Esportivo Comunitário) surgiu em São Caetano como uma forma de atrair crianças com idade acima de sete anos para a prática de esportes e atividades físicas de forma gratuita, a fim de proporcionar melhor qualidade de vida e um início nas atividades esportivas, funcionando também no clube sancaetanense.

“No Tênis Clube de São Caetano do Sul atendemos o PEC desde 2001 para jovens de sete a 17 anos, no período da manhã e da tarde, de segunda à sexta-feira, sempre com mais de 100 alunos em atividade e uma lista de espera também grande, que vai sendo diminuída à medida que as vagas vão surgindo”, revelou Altevir Anhê, presidente do Tênis Clube. O projeto ainda atinge adultos, em menor escala e somente no período matutino.

As inscrições acontecem no começo do ano e as aulas são iniciadas em fevereiro. As vagas para quem fica na espera aparecem caso algum aluno desista por opção própria ou por acumular três faltas sem justificativa. É necessário ser morador de São Caetano, preencher um cadastro no próprio clube (rua Justino Paixão, 367 – bairro Mauá), além de ter que fazer avaliação médica e trazer atestado que autorize a participação em prática esportiva.

PEC - Tenis Clube São Caetano“O PEC, no Tênis Clube, é uma iniciação esportiva, na qual a criança começa a aprender de forma específica e planejada a prática do tênis de campo. É um período em que a criança inicia a prática regular e orientada de uma modalidade esportiva. Somando ainda muito treinamento planejado e organizado a longo prazo, e que se deve repetir no mínimo com duas aulas semanais, com o objetivo específico do aumento gradual de rendimento além de participação periódica em competições esportivas”, explicou Altevir.

Leia também:  EMS é o novo patrocinador do Rio Open 2020

As atividades para os alunos do PEC começam com vários tipos de treinamento para desenvolvimento motor, coordenação geral, desenvolvimento cognitivo e preparação física adequada para a idade das crianças. Adequar posicionamento, contato com a bolinha de tênis, e também as atividades recreativas e técnicas, são outras partes do trabalho.

Apesar de um programa de suma relevância no ABC, as dificuldades para se manter aparecem a cada dia, como em quase todas as modalidades no país. O responsável do Tênis Clube acredita que para fortalecer ainda mais o projeto uma parceria com a Prefeitura Municipal e seus órgãos será fundamental. “Isso no sentido de ampliarmos o número de alunos em horários alternativos, a contratação de mais professores para que esse trabalho cresça ainda mais, que é de grande valia para a iniciação das crianças no tênis.” O próprio clube banca os gastos do PEC, lembrando que a atividade é inteiramente gratuita para os participantes.

Confiante na força do projeto, o TCSCS planeja consolidá-lo ainda mais em 2017. “Pretendemos além de ampliar esse projeto, elaborarmos torneios internos para dar uma ênfase maior ainda aos alunos do PEC, e formarmos o PEC 2, que seria o início de um treinamento mais adequado para aqueles que começam a se destacar, e aí seguir normalmente as etapas do tênis. Nossa primeira regra não é fazermos campeões de tênis, mas sim, campeões para vida, com disciplina, conduta e respeito aos adversários, no entanto, logicamente buscarmos sempre a vitória”, enfatizou.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor preencha seu nome