Celeiro de tenistas, Andreense Primeiro de Maio investiu em piso sintético para aumentar número de praticantes

Uma única quadra é capaz de provocar transformações e formar talentos aos montes para o tênis brasileiro. O efeito pode ser mais impactante se a modernidade caminhar lado a lado. A receita já se mostrou acertada pelo Primeiro de Maio Futebol Clube, de Santo André, que trabalha para dar saltos ainda maiores com a modalidade.

1º de Maio de Santo André
Foto: Divulgação

As atividades do tênis tiveram início no clube andreense em 1981, com a construção da quadra rápida – idealizada por sócios que praticavam o esporte em lugares distantes. Nesse período, ocorreram discussões em torneio da elitização do esporte. Segundo informou a agremiação, a partir dos anos 90, com o esporte mais solidificado na parte de sociabilização e competitiva, o piso foi substituído pelo tipo Lisonda.

Uma quadra, é o que o tênis precisa para se desenvolver. Desde então, o Primeiro de Maio se orgulha de ter revelado nomes importantes para a modalidade, entre eles Luiz Sgarbi, Adriano Klerer e Bruno Mollo, conforme Quadra valiosa recordam os integrantes do tênis no local.

Atualmente, a quadra é utilizada para aulas (curso esportivo, como os dirigentes preferem classificar) e recreação. “Também temos torneios internos (de simples e de duplas) e campeonatos externos interclubes (geralmente envolvendo clubes da Região do ABC). São organizados pelo Departamento de Esportes, com a ajuda da diretoria do tênis. Usam o espaço por volta de 120 associados”, enumerou o diretor da área de tênis, Alberto Venceslau Prata Matos.

1º de Maio de Santo André
Foto: Divulgação

A história no tênis tem todas as condições para ser reescrita. Há cerca de um ano, a quadra foi reformada graças a um sistema de amortecimento chamado “cushion” entre as camadas do piso. Com ele, de acordo com especialistas, a quadra fica mais macia, exige baixa manutenção por ter material resistente à chuva, poluição e raios UV.

“Contratamos uma empresa especializada em reformas e construção de quadra de tênis para fazer esse serviço. A Diretoria Executiva, empenhada em trazer ao associado um espaço moderno e confortável, programou e destinou verba de investimento em melhorias para a área do tênis. Não só o piso foi renovado, mas trocamos a iluminação, pintamos o espaço, fizemos banco com cobertura para os jogadores e um novo placar”, acrescentou Matos.

1º de Maio de Santo André
Foto: Divulgação

Agora, o Primeiro de Maio parte para o próximo objetivo: trazer mais praticantes para o tênis. “A ideia é continuar e manter a área do tênis o mais moderna e confortável possível para os associados”. O clube só pode aumentar seu tamanho verticalmente, por isso a construção de uma nova quadra para o tênis é difícil.

“Temos equipe que representa as cores do Primeiro de Maio em torneios interclubes em suas devidas categorias e se destacando a nível estadual. A equipe também defende a cidade de Santo André nos Jogos Regionais do Idoso”

Alberto Venceslau Prata Matos

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor preencha seu nome