Jogo em quadra reduzida, bola mais leve e facilidade para qualquer idade começa a ganhar adeptos no ABC

Criado há 15 anos em Londres, na Inglaterra, por Rashid Ahmad, o Touchtennis ainda engatinha no país, mas aos poucos conquista espaço. A modalidade oriunda do tênis convencional traz diferenças para que a competição fique mais “fácil” e atrativa, unindo dinâmica e lazer.

“O touch teve início com uma ‘bola de espuma’ especial com características próprias e adaptou regras do tênis para formar um esporte fácil. A partir daí foram criadas ligas na Europa com vários adeptos. Hoje em dia nos torneios existem premiações em dinheiro”, garantem Cláudio Ribeiro e Nagib Fuganholi, dupla que está trazendo e difundindo a modalidade na região do ABC, sabendo do grande desafio que será.

TouchTennis
Foto: Rodrigo Rocha

O touch utiliza raquetes menores e mais leves de 21’ ou até 23’ polegadas, a quadra é menor que a do tênis – cerca de 12 x 5m – e a partida se joga em melhor de 3 sets de 4 games sem vantagem, com o devolvedor escolhendo o lado e os pontos sendo iniciados com apenas um saque. “Se empata em 3 a 3, a disputa vai até 5 e ficando 4 a 4, joga-se um tiebreak de 5 pontos com diferença de 2 para sair o vencedor”, explica Cláudio.

TouchTennis
Foto: Rodrigo Rocha

O esporte de rápida adaptação, atividade física considerável e ótimo para o lazer, cresce na região já que diversos espaços podem ser utilizados. “Atualmente estamos jogando no clube da Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo, mas como a rede é desmontável podemos marcar a quadra e jogar praticamente em qualquer espaço plano.” A dupla está planejando a criação de uma liga e a realização de torneios. “Primeiramente queremos mostrar como é fácil e gostoso jogar. Estamos também em busca de uma sede para agruparmos o máximo de jogadores”, enfatizou.

Na visão da dupla que promove o esporte, todos que experimentaram o touch gostaram principalmente pela facilidade da modalidade trazer raquetes e bolas mais fáceis de manusear, atingindo qualquer público, das crianças aos idosos.

“Além de tudo, qualquer forma de esporte é uma atividade física e no Touchtennis não é diferente. Diria que é ainda melhor, já que desperta o lado lúdico e os jogadores se divertem. A duração do jogo é mais rápida, porém, os atletas têm uma movimentação intensa. Aguardamos convites de eventos para fazermos uma demonstração e garantimos que a satisfação dos participantes será imediata”, finalizou Cláudio.

Leia também:  O emocional e o tático estão fazendo a diferença

CARACTERÍSTICA

Bola – Espuma diâmetro 8cm
Quadra – 12 x 5 m (simples) / 12 x 6 m (duplas)
Raquete – 21’ ou até 23’ polegadas
Saques – Um
Tiebreak – Vence quem marca cinco pontos, com diferença de dois. Jogadores trocam de lado após quatro pontos disputados
Código de conduta – Perda de ponto aplicada toda vez. Três obscenidades audíveis em um jogo resultam em desclassificação direta do torneio. Incidentes sérios podem resultar em desclassificação imediata
Abuso de raquete – Jogador deve usar a mesma raquete, mesmo danificada (sem estar quebrada). Uma raquete quebrada resulta em desclassificação imediata e multa

19 COMENTÁRIOS

    • Boa tarde. Desculpe a demora, estava verificando com nosso parceiro se já existia algum ponto de venda deste material aqui no Brasil, mas infelizmente ele também não conhece. As bolas que ele utiliza fez importação da Inglaterra.
      Estamos verificando a possibilidade de começarmos a importar junto com alguns parceiros para que o custo chegue de forma mais acessível. Desculpe não conseguir ajudar mais.

    • Boa pergunta Manoel.
      Pode ser praticado em qualquer piso plano como: quadra de saibro, rápida, etc.
      A diversão é garantida, principalmente nesta época de retorno à pratica de esportes.
      Muito obrigado pelo contato.

  1. Olá! Alguma novidade em relação à importação do material oficial? Comprei o Touchtennis Home Kit e paguei um absurdo de impostos. Agora preciso de novas bolinhas, e fica inviável comprar do exterior. Abraços.

    • Leonardo, boa tarde.
      Havia respondido no particular e esqueci de publicar aqui. Infelizmente estamos tentando achar uma maneira de trazermos estes equipamentos, principalmente as bolas para o Brasil, mas as taxas realmente são abusivas.
      Assim que tivermos novidades entro em contato. Muito obrigado pelo interesse.

  2. Qual a área livre no fundo de quadra, depois da linha de base, e nas laterais, que se recomenda para a construção da quadra?

    Um espaço de 15 x 9 seria suficiente?

    Grato.

    • Felipe, muito obrigado pela pergunta.
      Não existe em nenhum local o tamanho mínimo de recuo, mas pelo que temos notado o ideal é ter pelo menos 1,5m de recuo.
      Considerando isso o espaço que tem é o suficiente sim.
      Espero que tenha ajudado.

    • Boa tarde Edson.
      Não existe um prazo para a troca da bola, pois vai depender de inúmeras variáveis, como por exemplo: o piso que esta utilizando, como são os seus golpes (quanto mais spin você der maior o desgaste da bola), etc.
      Espero que tenha ajudado.

    • Márcio boa tarde.
      Ficamos felizes em saber que tem interesse em conhecer esta nova modalidade.
      No momento devido as restrições impostas pelo Governo de SP não temos nenhum local aberto para prática, mas caso tenha interesse pode nos mandar uma mensagem via Whatsapp e assim consigo lhe passar o contato do Professor Nagib.
      Mais uma vez, muito obrigado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor deixe seu comentário!
Por favor preencha seu nome